As suecas Ingrid Anderson e Ester Anderson são as homenageadas do PORTAL JVD, no 08 de Março

Missionárias Ester Anderson e Ingrid Anderson
Missionárias Ester Anderson e Ingrid Anderson

Ester Andersson, sueca nascida no dia 26 de fevereiro de 1898 na localidade de Varnhem, na província de Vastergötland, tinha 23 anos quando chegou a Belém
(PA) com um grupo de missionários estrangeiros. Eles desembarcaram na companhia do missionário Daniel Berg no porto do Guajará, em 21 de março de 1921. Em maio do mesmo ano, ela embarcou em um navio a vapor e quatro dias depois desembarcou no porto de Fortaleza. Como representante da Igreja Elim em Billdal, na Suécia, a missionária alugou uma casa na rua Tristão Gonçalves e passou a evangelizar o subúrbio da Capital. Não há registros de decisões em seu trabalho evangelístico, mas com certeza seu ato de bravura ajudou a “arar a terra” para que hoje a igreja fosse próspera e abençoada. Entre os dias 21 e 28 de outubro de 1923, ela recebeu a companhia de Ingrid Andersson, vinda na mesma caravana de Berg. Juntas, ficaram até março de 1925. Com a decisão de continuar fazendo o trabalho em companhia uma da outra, elas seguiram para a cidade de Recife (PE) e deixaram os poucos bancos do local onde realizavam os cultos sob a responsabilidade do pastor presbiteriano Natanael Cortez. Ester fundou trabalhos em alguns lugares no Brasil e retornou ao seu país de origem depois de 48 anos de pioneirismo da igreja brasileira. Ela foi recolhida ao lar celestial aos 71 anos, em 12 de março de 1969. Belém (PA,)Fortaleza (CE), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Campinas (SP), Mogi-Mirim (SP), Itapira (SP), Caçapava (PR) e Cornélio Procópio (PR) foram lugares onde semeou as Boas Novas. Quantas almas ela ganhou para Jesus? Imaginemos a infinidade de estrelas dispostas na limpidez noturna do universo ou aquelas que os seus olhos conseguirem enumerá-las.

A sueca Ingrid Anderson foi mais uma entre os estrangeiros que vieram evangelizar o Ceará na terceira década do século XX. Ela nasceu no dia 7 de agosto
de 1887 em Götlunda, no município de Skaraborgs. As suas primeiras experiências como missionária aconteceu no entorno de sua cidade natal e em localidades
como Västergötland e em Norrbotten. Após este período, foi enviada pela Igreja Elim de Täby para anunciar o evangelho no Brasil. Em 21 de março de 1921, chegou à capital do Pará com um grupo de missionários vindos juntamente com o pioneiro Daniel Berg. Após percorrer a rota de Belém (PA) à capital cearense, ela desembarcou no porto de Fortaleza entre os dias 21 e 28 de outubro de 1923. Ao chegar, juntou-se à missionária Ester Andersson, que já se encontrava em solo alencarino. A casa onde as duas passaram a residir localizava-se na rua Tristão Gonçalves. A personagem anunciou a Palavra no subúrbio da Capital, na Praça dos Mártires e em outros diferentes logradouros públicos da região. Assim como a companheira de missão, ela sofreu perseguição, sobretudo,
por estarem em uma cidade de forte tradição católica. Porém, plantou uma semente que anos mais tarde produziria outras sementes, resultando assim no
crescimento da obra. Desta época, pouco se tem informações ou depoimentos mais detalhados a respeito do trabalho evangelístico realizado pela estrangeirana “terra da luz”. Em março de 1925, despediu-se de Fortaleza e foi para a capital de Pernambuco. Em 1º de fevereiro de 1932, Ingrid Andersson casou-se com Bertil
Fransson, outro missionário sueco que atuou no Brasil, especialmente na Assembléia de Deus em São Paulo. A serva de Senhor é a autora do hino nº 287
da Harpa Cristã, que tem o seguinte refrão: “Jesus p’ra todos tem poder e salvação, / Meu amigo, a Ele vem, aceitando a remissão; / Glória ao Salvador! Glória
ao meu Jesus! / O Seu sangue me salvou!”. No dia 1º de julho de 1973, encerrou sua obra entre os viventes e foi para junto do Pai celestial.

Fonte: Livro: Fragmentos da História do Evangelho no Ceará – Historiador Carlos Castro

Carlos Castro

Postado por: Carlos Castro

Comentários

*os comentários aqui apresentados não representam a opinião do Portal JVD

Deixe uma resposta