Hoje no Debate do Meio Dia “Ao pé da cruz parei, com os olhos rasos dágua…” – Catarino Varjão

Esposa de Catarino Varjão - pioneiro da AD no Rio de Janeiro
Esposa de Catarino Varjão – pioneiro da AD no Rio de Janeiro

Hoje no Debate do Meio Dia, na FM Canaã 93,5 o pastor Jecer Goes, ressuscitou uma das mais belas canções que fez e faz história nas Assembleias de Deus no Brasil. A história é de um pioneiro baiano, chamado de Catarino Varjão. Uma poesia cantada por ele na décade de 1960, fez muitos olhos lacrimejarem ao ouvir sua canção: ” AO PÉ DA CRUZ PAREI / COM OS OLHOS RASOS DÁGUA / VENDO OS SINAIS DOS CRAVOS / NAS MÃOS DO SALVADOR…”

 José Carlos Pinheiro Irmão Leopoldino –  Quem foi Catarino ?
 -Resposta .Leopoldino Pires dos Santos
Catarino Varjão era filho do professor Evaristo Varjão, que na ocasião também  ensinou  aos seus  filhos o ofício do magistério. E Em 1917 Catarino varjão estava em certa ocasião ensinando uma família   na fazenda canavieira pertencente ao Sr. Rui. Quando derepente surgiu no meio da fazendo um redemoinho e ele viu uma folha de papel voando e era um tanto amarelada,  e aquilo  chamou a sua atenção  e despertou a sua curiosidade  Ele deixou seus alunos e foi para o meio do terreiro ,esperou o  redemoinho passar  e pegou aquela folha  amarelada. A folha era uma pagina da bíblia, exatamente o livro de segunda Reis capitulo 2.  O versículo 12 despertou muito a curiosidade dele, pois em 1917 ninguém sabia o que era evangelho na  Bahia. –   Catarino Varjão – logo falou com o Sr Rui que não ia mais continuar com a escola.   Vou terminar só a semana e vou embora..  declarou Catarino Varjão  para o Sr Rui. Quando falou com seus pais sobre o desejo de ir embora, eles perguntaram o porquê do desejo repentino. Ele disse achei essa pagina e ela me preocupou muito. Foi para o Rio de Janeiro, aonde recebeu a mensagem pentecostal vindo  aceitar a Jesus  na Assembléia de Deus de São Cristóvão. Pastoreada pelo Missionário Gunnar Vingren . Devido as suas habilidades musicais, o irmão Cartarino Varjão ingressou na policia Militar do Rio de Janeiro. Na qual anos depois foi promovido a Oficial e Maestro.  Ele herdou de seu pai o talento para a  musica , pois era filho de músicos.
 José Carlos Pinheiro Irmão Leopoldino -Quando Exatamente  o irmão Catarino retornou pra Curaçá ?
 Resposta .Leopoldino Pires dos Santos
– Mais ou menos 10 anos depois.. Foi enviado a sua cidade natal Curaçá no interior  da Bahia, em 1927 . Pelo Missionário Guna Vingre para  pregar a mensagem pentecostal.  Aproveitando a oportunidade de uma licença que ele  pediu a policia , Chegando a Curaçá falou de Jesus para sua família alguns  deram credito a mensagem da palavra de Deus. Aceitando a Jesus.
 José Carlos Pinheiro Irmão Leopoldino -Quem foram os primeiros  novos convertido que o irmão Catrino Ganhou pra Jesu aqui em curaçá ?
Resposta .Leopoldino Pires dos Santos
– Os primeiro crentes que Catarino Varjão ganhou para Jesus em Curaçá foram. Lucinda Varjão, Jose Asnobio Varjão, Evaristo Filho e seu irmão. Manuel Ernestino, conhecido popularmente como “Irmão Manu”.
 José Carlos Pinheiro Irmão Leopoldino  – Como Curaçá recebeu o Irmão Catarino , agora como um crente salvo cheio do Espirito Santo  ele sofreu algum tipo perseguição ?
Leopoldino Pires dos Santos – Irmão Catarino enfrentou perseguições, o Zeca torres que era de família Tradicional em oposição ao evangelho dizia que o trabalho do senhor não ia prosperar em Curaçao, pois dizia ele, só se converte  o pessoal do mato,  lavadeiras, e os vaqueiros e dizia ainda que  São Benedito não vai deixar.  mas  miguem detêm essa Obra pois ela e do Senhor Jesus Cristo.
José Carlos Pinheiro Irmão Leopoldino – como foi o andamento da obra aqui e quem  foi o primeiro pastor de Curaçá ?
 Resposta .Leopoldino Pires dos Santos
  – Findando período da sua licença, Irmão. Catarino precisou retorna para o rio de Janeiro, La Ele, entrou em contato com a direção da Assembléia de Deus de São Cristóvão, Igreja responsável pelo seu enviou a Curaçá. E eles enviaram do Rio de Janeiro o Pr Raimundo em. 1928 para cuidar dos novos convertidos e da obra de Deus em Curaçá.  Como não havia transporte para Curaçá o Pr Raimundo  desembarcou em  juazeiro ba, e de juazeiro para Curaçá  fez a viagem toda a   pé,  como não conhecia  o caminho se perdeu na caatinga  demorou uma semana  pra chegar em Curaçá e quando chegou  seus pés estavam inchados  todo ferido, espinhado  e sua roupa toda rasgada. Devido a isso.  Ele ficou certo tempo sem poder dirigir o trabalho,  o  “Irmão Manu”.era quem  Dirigia os cultos,  que eram realizados na praça Raul coelho local aonde o trabalho teve inicio em Curaçá.
E mais ou menos em 1931. O  Pr Raimundo  devido algumas dificuldades,   retornou para o Rio de Janeiro. E certamente  sugeriu a igreja que deveria ser melhor passar  o trabalho para Salvador Capital. Salvador  E de 1931 a 1934  ficou a  frente dos trabalhos Manuel Ernestino o trabalho, a obra ficou um tanto lenta, mas não parou. Em 1934 já com o missionário Otto Nelson teve  inicio a construção do templo . Otto Nelson ficou em Curaçá certo tempo, mas logo retornou para Salvador.  Ficando a frente dos trabalhos Manuel Ernestino, conhecido popularmente como “Irmão Manu  que  Catarino varjão  deixou  a frente do trabalho quando retornou para o Rio de Janeiro em 1927 .Mas tarde foi enviados. Da capital baiana o  Missionário Aldo Peterson .Pr Jorge .Pr Firmino  .  E em 1936 Quando os pastores foram enviados de Salvador,  eles preferiram ficam em Juazeiro – devido o progresso da cidade  e isto trouxe certa contrariedade ao  “Irmão Manu”. Talvez ele Achasse que o projeto tinha sido contrario e ficou insatisfeito por causa disso e entrou em certo litígio, foi disciplinado.  E devido a isso foi embora para cidade de Miguel Calmon. em 1944 Com o afastamento de Manuel Ernestino,    O Pb Jose Amancio de Araujo  assumiu a direção dos trabalhos em Curaçá
 José Carlos Pinheiro Irmão Leopoldino – Fale um pouco sobre a Construção do Templo Histórico de Curaçá .
 Resposta .Leopoldino Pires dos Santos
 -A construção do Templo demorou dez anos para ficar pronta tendo sua conclusão  somente em 1944. Porem só foi inaugurado em 1959. Já na gestão do Pr Marinesio de Juazeiro Neste mesmo ano  o PB Severino foi   consagrado na gestão do Pr. Manoel Fernandes em 1964,. PB Severino   porem  por motivo de força maior no final de sua vida não estava mais a exercendo  o presbitério da Igreja.
 . Em 1964  O  Irmão Catarino já aposentado  resolveu vir do Rio de Janeiro  para Curaçá passando em Juazeiro falou  com o   Pr. Manoel Fernandes presidente da assembléia de Deus  com sede em juazeiro. . Irmão Catarino desejoso de ver a expansão da obra  em Curaçá , contratou  o  irmão Eutino Gonçalves. Pagando do seu próprio bolso  o sustento deste obreiro   visando  a evangelização  dos distritos e as fazendas;
.-  Mas porque sim, ou porque não o Pr. Manoel Fernandes teve certo desentendimento com Irmão Cartarino. Talvez o Pr. Manoel Fernandes subentendeu que Irmão Catarino queria levar novamente o trabalho de Curaçá para o Rio de Janeiro.

– Mas logo se entenderam..  Irmão Catarino retornou para o Rio de Janeiro. E o irmão Eutino Gonçalves, continuou evangelizando os distritos e as fazendas por certo.

Catarino Cardoso Varjão.Foi professor, e coletor estadual em Curaçá. Músico
Poeta. Compositor. Maestro. Evangelista interativo e Pioneiro da Assembléia
De Deus na Bahia. Foi primeiro Tenente da Polícia Militar e dedicou grande
Parte de sua vida ao ministério. Casou-se a primeira vez com Carlota Varjão.
Tiveram seis filhos. Viúvo casou-se com Maria Silva Varjão. Morreu em 21 de
dezembro de 1976, no Rio de Janeiro. ( Fonte:Historias da Assembléia de Deus
no Brasil ,de Emílio Conde e CPAD). Rio de Janeiro
T.1.6- Ester Varjão. Filha do primeiro casamento. Ex-missionária na Bolívia, Peru e
Espanha.
 Filhos:  Missionária Ester. Isaias Leia
Carlos Castro

Postado por: Carlos Castro

Comentários

*os comentários aqui apresentados não representam a opinião do Portal JVD

Deixe uma resposta