O casamento de Luiz Costa e Iracilda

O veteracasamentono pastor José Teixeira Rego estava muito feliz no mês de setembro de 1947. Em primeiro lugar, uma das razões para sua alegria eram as festividades do 18º aniversário da fundação da Assembleia de Deus em Fortaleza (CE). No dia 07 de setembro, data em que se comemora a Independência do Brasil, a igreja, no período da manhã celebrou o batismo de 117 novos membros. À noite, um abençoado culto marcou a data festiva.

Mas havia outro motivo para a felicidade do nobre obreiro. No dia 06, segundo pastor José ao Mensageiro da Paz “deu-se um acontecimento de caráter social”. O “acontecimento” social, foi o casamento da sua única filha Iracilda com o jovem “acadêmico em direito, Luiz Bezerra da Costa.”

O casamento civil ocorreu na residência do pastor Rego, com a presença dos amigos e familiares. A cerimônia religiosa aconteceu no templo central, o qual estava lotado para testemunhar a união dos jovens noivos. Presidida pelo pastor presbiteriano Bezerra Lima, o qual na época liderava a congregação da Lagoa Seca, Luiz e Iracilda começavam ali uma jornada de mais de 40 anos de próspera comunhão matrimonial.

Reverendo Lima, que realizou o casamento foi descrito no histórico da Igreja Presbiteriana como um homem “de grande fé, quando se sentiu vocacionado deu baixa no Exército, onde servia como sargento, a fim de ingressar no Seminário. Como verdadeiro servo de Deus, santo e piedoso, lutador e sofredor, escreveu com tintas douradas uma página de ouro nos anais de nossa Comunidade.”

Luiz Costa, além de se tornar genro do pastor Rego, também seguiu a carreira política e ministerial no Ceará. Seu irmão hoje é também um dos mais destacados líderes das Assembleias de Deus, e seu filho José Teixeira Rego Neto o sucedeu na presidência da AD em Bela Vista.

Detalhe da foto que ilustra a matéria: o jovem (o segundo da esquerda para à direita) é o atual pastor do Ministério de Belenzinho e da CGADB, José Wellington Bezerra da Costa, irmão mais novo do pastor Luiz Costa. É o tempo passa…

Fontes:

Mensageiro da Paz, 2ª quinzena de novembro de 1947.

http://www.2ipf.org.br/historico

Comentários

*os comentários aqui apresentados não representam a opinião do Portal JVD

Deixe uma resposta